Food design: o que é e qual seu impacto no mercado gastronômico
Por cerutti mobili Em Sem categoria Postado: 1 de outubro de 2020

Food design: o que é e qual seu impacto no mercado gastronômico

O food design pode ser aplicado de diversas maneiras na gastronomia para unir sabor, cheiro, embalagem e outros elementos que ajudam a criar uma experiência inesquecível para o cliente. Assim, essas técnicas estão sendo cada vez mais utilizadas pelas empresas para se reinventarem e criarem um relacionamento próximo com o público.

Inovar na área de alimentação não é uma tarefa fácil e, nesse sentido, o food design é uma maneira de abordar tudo o que se relaciona a esse universo, como a produção, distribuição e nutrição para agregar valor à experiência dos consumidores.

O que é food design?

Food design é um processo multidisciplinar que combina estratégia e criação para levar, além do alimento, uma experiência e uma memória para o cliente.

A partir desse processo criativo, é possível concretizar a visão e os valores de uma marca por meio do conceito de um produto. Assim, a embalagem, o formato, o cheiro e o sabor são pensados e desenvolvidos para contar uma história, aliando estética e funcionalidade.

Quando falamos no significado de food design, geralmente pensamos na apresentação de um alimento. No entanto, o conceito vai além disso e começa a ser utilizado desde a concepção do prato.

Enquanto algumas aplicações se refletem em um prato visualmente surpreendente, outras resultam em uma experiência única com sabores, texturas, temperaturas, cores e consistências diferentes.

Além disso, esse conceito também pode ser utilizado em tecnologias e soluções que melhorem a experiência de consumo e reduzam o impacto ambiental na cadeia produtiva. Nesse sentido, a proposta é mudar o relacionamento das pessoas com os alimentos.

De acordo com a Dra. Francesca Zampollo, uma das maiores especialistas da área, os quatro pilares do food design são:

  • Comida: segundo a pesquisadora, a comida é ao menos um quarto do que os designers de comida pensam em um projeto, o que inclui os tipos de alimentos necessários, suas origens, aspectos nutricionais, como deve ser preparado e distribuído e como ele interage com os sentidos, por exemplo.
  • Sociedade: este aspecto inclui o impacto na sociedade do alimento, do serviço prestado aos clientes e o sistema geral em que o projeto está inserido. Assim, devem ser levadas em consideração questões de classe, gênero, sexualidade, valores, crenças, necessidades, comportamentos, relações éticas, educação, saúde, entre outras. Segundo Francesca Zampollo, quanto mais itens forem considerados, mais rico será o projeto.
  • Tecnologia: é tudo o que o ser humano fez que foi projetado ou é necessário para projetar algo. Nesse sentido, devem ser considerados os materiais orgânicos e inorgânicos, tecnologia de comunicação, hardwares e softwares, manufatura, transporte de materiais, entre outros fatores.
  • Meio ambiente: este pilar abrange os aspectos éticos relacionados a animais e plantas, inclusive as considerações éticas sobre suas vidas antes de se tornarem alimento. Além disso, questões como desmatamento, poluição do ar, solo e água, uso de recursos naturais e geração de resíduos também devem ser planejados.

O impacto do food design no mercado gastronômico

Atualmente, os clientes não escolhem um produto ou visitam um ambiente gastronômico apenas pelo sabor da comida. Cada vez mais, há uma preocupação com toda a cadeia produtiva que envolve o produto final e uma busca por experiências únicas.

Nesse cenário, aplicar essas técnicas é uma forma de aproximar o público da marca por meio de uma história.

Ao pensar em todos os detalhes que fazem parte da experiência de consumo, é possível levar a comida, o ambiente e a sustentabilidade para a mesa do consumidor.

Com isso, a marca demonstra uma preocupação verdadeira com sua responsabilidade social e contribui para a fidelização de clientes, que terão vontade de experimentar as novidades oferecidas pela empresa.

Além disso, também é possível construir uma imagem positiva ao transmitir os valores da empresa alinhados à inovação e à sustentabilidade de toda a cadeia relacionada ao alimento.

Para complementar a experiência do food design, é importante contar com um ambiente aconchegante e confortável, o que só é possível com móveis de qualidade para espaços gastronômicos. Conheça nossos produtos e crie momentos únicos para os seus clientes.

POSTAGENS RELACIONADAS

5 motivos para escolhe...

Saiba o que é e como...

Móveis para restauran...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *