7 formas de resolver fluxo na área de alimentação
Por adove Em Blog Postado: 22 de julho de 2019

7 formas de resolver fluxo na área de alimentação

Um ambiente com um fluxo que fica comprometido quando o número de pessoas aumenta, é um problema. Principalmente quando se trata da área de alimentação.

As pessoas querem poder circular e se servir com tranquilidade, sem ter essa etapa prejudicada pelo volume de pessoas ou pelo espaço ser pequeno, por exemplo.

Nesse sentido, vamos apresentar algumas dicas para você conseguir resolver o fluxo não só na área de alimentação, mas também no seu estabelecimento como um todo.

1 – Visualize o caminho que será feito pelas pessoas no espaço

A melhor forma de identificar se o espaço disponível para o seu cliente circular é bom o bastante, é você caminhar pelo ambiente como se fosse ele. Vá até pontos onde você pegaria algum produto ou alimento, sente-se na mesa, vá até o banheiro e depois até o caixa.

Esse trajeto foi tranquilo? Claro, você pode estar fazendo isso com o seu estabelecimento relativamente vazio e talvez essa ação seja simples. Mas, pense no espaço lotado. Você conseguiria passar pelos mesmos lugares sem sofrer esbarrões ou ter que parar para esperar o fluxo melhorar?

Colocar-se no lugar do seu cliente é o ideal para perceber se todos os ambientes que ele pode circular no seu estabelecimento são de fácil acesso e se ele não precisará ficar esperando para chegar a algum ponto.

2 – Entrada e saída de fácil acesso

Outro ponto que muitas vezes é negligenciado nos estabelecimentos é a entrada e saída do local. Como está esse aspecto no seu negócio?

Na maioria dos casos a entrada é a mesma que a saída, o que significa que o fluxo de clientes entrando e saindo podem comprometer a circulação nesta parte do ambiente. Para resolver este aspecto, o ideal é optar por portas mais largas, que facilitem a entrada e saída sem grandes problemas.

Agora, quando falamos da entrada e saída de fácil ser de fácil acesso, é importante que os lugares que podem ter uma maior concentração de pessoas estejam longe desta parte do seu estabelecimento. Dessa forma, você não prejudica o acesso a quem está chegando ou quem está indo embora.

3 – Corredores mais largos

Esse ponto se torna quase impossível quando se trata de um ambiente pequeno. Contudo, é fundamental – se você tiver como – que você dedique um espaço a mais para aumentar a largura dos corredores, principalmente se você tem produtos expostos.

É muito desconfortável se abaixar para pegar um produto e ao mesmo tempo trancar a passagem das outras pessoas, concorda? Uma dica se o lugar for pequeno, é deixar os produtos ao alcance das mãos, evitando que os clientes precisem se abaixar para pegar.

Entretanto, se você puder explorar o ambiente com mais tranquilidade, não economize no espaço nos corredores, até porque, as pessoas sentem essa necessidade de poder olhar e analisar com calma o que está disponível.

4 – Pense em um ponto estratégico para o caixa

Ponto estratégico para o caixa

Outra questão que contribui para melhorar o fluxo na área de alimentação é pensar em um ponto estratégico para o caixa. Normalmente ele fica perto da entrada/saída e nossa ideia não é alterar isso.

A questão é que, se ele estiver ao mesmo tempo muito perto das mesas e cadeiras, em dias muito movimentados ele pode atrapalhar quem estiver se alimentando, por exemplo.

Então, se for possível deixar o caixa mais longe das mesas e cadeiras e dos locais que vão envolver mais pessoas circulando, como o balcão ou o buffet, melhor.

Uma dica é colocar divisores, como plantas ou bancos, que possam separar a área de alimentação do fluxo do caixa.

5 – Pedidos feitos na mesa

Essa dica pode melhorar consideravelmente o fluxo na área de alimentação e no seu estabelecimento como um todo, principalmente em dias em que o seu negócio estiver lotado. Contudo, é importante que você verifique a real viabilidade e necessidade de colocar essa questão em prática.

Os pedidos na mesa podem ser uma boa opção se o espaço for pequeno, pois as pessoas logo que chegam podem se sentar sem atrapalhar a circulação constante dos colaboradores e demais clientes do ambiente.

Claro, isso pode demandar mais funcionários para atender, mas com certeza vai oferecer maior comodidade aos seus clientes.

Nesse sentido, não é uma regra, mas analise com calma e verifique se é possível fazer os pedidos na mesa. Vai ser um ponto positivo para o seu negócio, já que evitará filas.

Se o seu caso é um buffet, por exemplo, você pode facilitar os pedidos das bebidas na mesa. Isso também vai contribuir para que menos pessoas circulem na área de alimentação, dando espaço para os demais poderem se servir tranquilamente também.

6 – Entenda seu público

Em outros conteúdos do blog já falamos bastante sobre a importância de entender o seu público e neste ponto sobre o fluxo na área de alimentação não poderia ser diferente.

Se os seus clientes em potencial são jovens, os produtos devem ser bastante acessíveis e visíveis, e eles precisam poder circular com facilidade e rapidez.

Se o seu público são famílias, os produtos e alimentos também devem estar ao alcance das mãos e os espaços devem permitir a movimentação com tranquilidade, já que este tipo de cliente pode gastar mais tempo analisando as opções.

Esses exemplos não são regras, até porque, constantemente cresce o número de públicos e as características se tornam cada vez mais específicas.

O nosso foco é que você realmente dedique um tempo para entender o seu cliente ideal, para assim identificar as mudanças que podem ser necessárias no espaço.

Ao entender a fundo, você vai notar que algumas transformações podem colaborar para que ele se sinta ainda mais confortável no seu estabelecimento. Muitas vezes, basta uma mudança no layout, que não vai demandar muitos recursos, para fidelizar o seu cliente.

7 – Escolha móveis proporcionais ao ambiente

Escolha os móveis proporcionais ao ambiente

Para finalizar nossas dicas, queremos falar dos móveis do seu negócio. Se o espaço for pequeno, é fundamental que você opte por móveis proporcionais. Ou seja, mesas e cadeiras menores e bancos são interessantes, desde que não precise abrir mão do conforto do ambiente.

A princípio, os bancos parecem ocupar muito espaço, mas se bem distribuídos podem otimizar o ambiente, já que conseguem acomodar mais de uma pessoa.

É importante que você opte por peças que permitam que a movimentação no caixa, no balcão e no buffet sejam fáceis e tranquilas mesmo em dias com muitos clientes circulando.

Acima falamos sobre entender seu público, na escolha dos móveis e decoração isso é primordial. Não adianta você colocar mesas muito pequenas para no máximo 4 pessoas, por exemplo, se você atende famílias grandes.

Pode ser um desafio alinhar todos estes pontos, mas é essencial que você tente trabalhar todos eles para oferecer maior conforto e melhorar o fluxo não só na área de alimentação, mas no ambiente como um todo.

Se você ficou com alguma dúvida sobre o assunto, entre em contato conosco! Agora, se você quer descobrir como o mobiliário afeta o sucesso do seu negócio, faça nosso teste gratuito clicando abaixo!

Teste - descubra como o mobiliário afeta o sucesso do negócio

POSTAGENS RELACIONADAS

Como nossos móveis de...

Como fazer modernizaç...

Experiência do consum...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *